Porque choramos ao cortar cebolas

29/09/2015 | 12:28   
Fonte: Mundo Educação Fonte: Mundo Educação

Elas são o terror de todas das donas de casa, e de quem cozinha. Elas que independente do nosso humor, do lugar no qual estejamos, vai sempre nos fazer chorar, e podem ter certeza que não será de emoção, pois a maldade mora dentro delas. Sim, eu estou falando das malvadas cebolas. Vem comigo entender porque isso acontece, e descobrir maneiras pra solucionar esse problema.

Tudo o que acontece tem uma explicação química. Isso mesmo, tudo o que acontece conosco quando cortamos as cebolas está relacionado com os mistérios químicos. A cebola absorve o enxofre da terra, que, é o principal responsável por nos fazer chorar. Esse acontecimento deve-se às células da cebola, que uma parte é rica em enzimas e a outra em sulfuretos. Quando cortamos uma cebola, cortamos as células existentes dentro dela. Liberamos algumas enzimas denominadas alinases, que entram em contato com óxidos sulfúricos da cebola, sendo esses os compostos do enxofre responsáveis também por seu sabor e cheiro característicos. Essa reação entre alinase e óxido sulfúrico provoca a produção e liberação de uma substância chamada ácido sulfênico, que é transformada em um gás, e este gás se dissipa (se espalha) rapidamente chegando facilmente ao encontro dos nossos olhos, onde irá reagir com a água e formará uma solução leve de ácido sulfúrico. Mas por favor, não se assustem.

O ácido formado irrita as terminações nervosas dos olhos, fazendo-os arder, e as glândulas lacrimais são acionadas pelo nosso cérebro para produzir lágrimas e assim lavar o globo ocular para retirar o ácido sulfúrico. Mas isso não é tão bom quanto parece, tendo em vista que é uma defesa do nosso próprio corpo. Sabe por quê? Porque dessa forma se produzirá mais água (Nossas Lágrimas), que entrará em contato com o ácido sulfênico, e mais ácido sulfúrico será formado. Muito cuidado! Muitas pessoas acabam passando a mão suja de cebola nos olhos, na tentativa de resolver o problema ou aliviar o incomodo. Isso só vai piorar a situação, e poderá trazer problemas.

O que você pode fazer para diminuir esse problema (a produção desse gás):

1. Cortar a cebola debaixo da torneira (o ácido irá se formar antes de chegar aos olhos, e como ele não é volátil, não se dissipara a ponto de alcança-los a não ser que você coloque as mãos sujas nos olhos);

2. Colocar a cebola na geladeira para que ela fique bem gelada antes de cortá-la, ou cortá-la com uma faca gelada (pois a redução da temperatura diminui a volatilidade dos tiocompostos (compostos que apresentam em sua estrutura átomos de enxofre);

3. Colocar um recipiente com agua do lado, para molhar a cebola ou a faca enquanto as corta. (porque o tiocomposto se dissolve, reagindo com a água e, consequentemente, sua concentração na cebola ficará menor);

4. Usar facas afiadas. (assim rompemos menos as células da cebola, assim ocorrerá menor liberação dos compostos de enxofre que causam toda a irritação nos olhos).

Depois disso tudo, peço que não deixem de comer cebola. Porque elas possuem nutrientes, como cálcio, fósforo e ácido ascórbico (ou vitamina C), além de propriedades medicinais, são ainda atribuídos a elas efeitos antisséptico, anti-inflamatório e anticancerígeno.

E aí, você sabia?

Espero que tenham curtido. Não deixem de comentar.

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
Você sabia? por Jaynne Gabrielle

Jaynne Gabrielle

É acadêmica de Geografia pela Universidade Federal de Alagoas. Pretende trazer para esta coluna assuntos curiosos que envolvem a riqueza da biodiversidade, além de explorar questões referentes aos mistérios do planeta terra e até mesmo do espaço sideral. A coluna de Gabrielle é o espaço certo para instigar os amantes das ciências naturais.
São Luiz Net

Curta no Facebook