Jovens portocalvenses realizam sonho e são aprovados no vestibular de Medicina da Uncisal

Os feras Ramon Rodrigues de Moura, Renata da Silva Souza, 22 anos e Ellyzeu dos Santos França, de 20 anos

Publicada em 20/01/2018 às 17:15 - Atualizada em 21/01/2018 02:13
Esmerino de Lima - Estagiário* | AlaNorte Notícias
  
Jovens aprovados no vestibular de medicina Uncisal (Arte: Anobelino Martins) Jovens aprovados no vestibular de medicina Uncisal (Arte: Anobelino Martins)

Três jovens de Porto Calvo, Região Norte de Alagoas, conseguiram realizar seus sonhos. O tão esperado dia chegou, aquela lista temida com vários nomes lhes pregou uma surpresa: a aprovação no vestibular de Medicina, na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal). A lista com os nomes dos feras saiu nessa sexta-feira (19).

Os feras Ramon Rodrigues de Moura, Renata da Silva Souza, 22 anos e Ellyzeu dos Santos França, de 20 anos, vindo de escolas públicas, com bastante dificuldade e estudo conseguiram realizar o sonho de passar em um vestibular de Medicina. Os jovens se dedicavam cerca de 10h por dia, além das madrugadas em que insistiam em colocar o conteúdo em dia.

De acordo com o site da Uncisal, o vestibular 2018 foi disputado por 6.726 candidatos, que fizeram provas em 16 e 17 de dezembro. Foram disponibilizadas 400 vagas para os cursos de Medicina, Fonoaudiologia, Enfermagem, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Radiologia, Sistemas para a Internet, Tecnologia de Alimentos e Segurança do Trabalho.

A fera Renata Souza sonhava desde criança e já mostrava seu interesse pela Medicina. “Eu sempre quis ser médica, até os meus brinquedos eram direcionados para essa área. Meu pai já me chamava de Dra Renata”, explica. 

Ainda de acordo com a jovem, ela estudava matérias isoladas, já que, segundo ela, era melhor que o cursinho. “Eu estudava duas matérias por dia (uma na isolada e outra em casa), fora as madrugadas usadas pra colocar o conteúdo em dia, somando um total de 10h diárias”, ressalta.

Renata estudava Enfermagem em uma faculdade particular de Maceió, mas desistiu assim que a mesma abriu o curso de Medicina, que era o que realmente ela queria. Por ter dificuldades em algumas matérias exatas como física e química, ela focou nas duas e, segundo a jovem, passaram a ser seu forte.

“Foram elas que me ajudaram a passar nas particulares, visto que o peso maior é Ciências da Natureza. Ano passado, tirei nota mil na redação do vestibular da Paraíba e 980 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”, relata Renata. A fera também passou em outras faculdades, além da Uncisal: Faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande (FCM-CG), Centro Universitário Tiradentes (Unit) e Centro Universitário Cesmac (Cesmac).

Renata Souza foi morar em Maceió para se dedicar totalmente aos estudos. Enquanto Ellyzeu França saía de segunda à quarta-feira de Porto Calvo para estudar na capital, uma viagem que dura cerca de quatro horas, totalizando ida e volta, saindo de 16h e chegando em casa umas 0h30, e de quinta à domingo ficava na capital. Ramon Moura fazia o mesmo percurso que o amigo Ellyzeu.

Segundo a irmã de Ellyzeu, ele sempre foi bastante comprometido com os estudos. Iniciou em uma escola no bairro onde mora, Mangazala, depois foi para a Escola Estadual Nossa Senhora da Apresentação e, em seguida, para o Instituto Federal de Alagoas (IFAL), sede Maragogi.

Desde 2016, o jovem se dedica aos estudos, até cursinho pré-vestibular ele frequentou e, apesar de não ter obtido o que tanto queria, não desistiu e continuou lutando. Entrou em cursinhos de matérias isoladas ano passado e no inicio deste ano veio a surpresa: sua aprovação.

A jovem Renata atribui suas quatro aprovações aos seus pais, a quem dedica todo seu esforço. Além disso, não esquece dos familiares e amigos que sempre estiveram ao seu lado, na torcida por essa aprovação.

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
Ciclo Peças
JBuarque

Curta no Facebook