Alagoas supera a marca de dois milhões de turistas em 2017

Aeroporto Zumbi dos Palmares acumula oito meses de crescimento no fluxo de passageiros

Publicada em 28/12/2017 às 10:26
Agência Alagoas
  
Alagoas está entre os quatro estados que mais cresceram em visitantes na Região Nordeste I Fotos: Kaio Fragoso Alagoas está entre os quatro estados que mais cresceram em visitantes na Região Nordeste I Fotos: Kaio Fragoso

Mais de dois milhões de pessoas passarão pelo Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, principal porta de entrada em Alagoas, até o fim de 2017. Este número será alcançado devido aos voos extras angariados para o mês de dezembro; somente para o período do réveillon são quarenta. Até o fim de novembro, mais de 1,8 milhão de turistas já haviam visitado o Estado, número 3,08% maior do que o mesmo período do ano passado.

Segundo a Infraero, Alagoas acumulou índices de crescimento no fluxo total de passageiros por oito meses consecutivos em 2017, estando entre os quatro estados que mais cresceram em visitantes na Região Nordeste, ficando atrás apenas de Recife (PE) Fortaleza (CE) e São Luís (MA). Enquanto isso, cidades como Aracaju (SE) e João Pessoa (PB) tiveram perda de visitantes este ano.

Os dados finais referentes ao mês de dezembro serão divulgados pela Infraero no início de 2018. À frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Rafael Brito ressalta a importância do crescimento da atividade turística para a economia de Alagoas.

 “Superar a marca dos dois milhões é impulsionar a economia local, gerando emprego e renda para a população. Por isso nós nos orgulhamos de bater essa meta e colaborar diretamente para o desenvolvimento econômico e social do Estado. O turismo já é o segundo maior seguimento da economia alagoana e segue a passos largos em direção à liderança. Em 2018 iremos continuar com o trabalho de atração de novos voos, promoção do destino, qualificação dos produtos turísticos e capacitação dos prestadores de serviço. Com isso iremos fomentar ainda mais esta atividade tão importante para Alagoas”, explica o secretário Rafael Brito.

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
São Luiz Net