Suposta organização criminosa é investigada pela Polícia Federal em Alagoas

A investigação é um desdobramento da Operação Astaroth, deflagrada em julho de 2017

Publicada em 05/12/2017 às 08:34
AlaNorte Notícias com assessoria
  
Policiais federais em um apartamento no bairro da Ponta Verde, em Maceió (Foto: Divulgação) Policiais federais em um apartamento no bairro da Ponta Verde, em Maceió (Foto: Divulgação)

A Polícia Federal (PF) com o auxílio da Receita Federal do Brasil, deflagrou na manhã desta terça-feira (5) a Operação Kali, que investigou uma suposta organização criminosa envolvida em desvio de recursos público, corrupções ativa e passiva e lavagem de dinheiro nos Estados de Alagoas, Pernambuco e Maranhão.

  Na ação, foram empregados 110 policiais federais e equipes da Receita Federal para cumprimento de 25 mandados de busca e apreensão, ordens de sequestro de bens e bloqueios de contas e veículos, expedidos pela 2ª Vara Federal de Alagoas.

A investigação é um desdobramento da Operação Astaroth, deflagrada em julho de 2017 que desvelou um grande esquema de desvio de recursos públicos da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro/AL, ocorrido entre os anos de 2009 e 2016.

O nome “KALI” é uma alusão à deusa hindu que é considerada a destruidora da maldade e ceifadora de demônios.

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
São Luiz Net