Concurso para Educação de Alagoas terá 850 vagas

Governador em exercício, Luciano Barbosa, informou que aprovados serão distribuídos em todo Estado; previsão de edital é até o dia 30 de novembro

Publicada em 31/10/2017 às 10:43
Agência Alagoas
  
Governador em exercício, Luciano Barbosa, durante coletiva nesta segunda-feira (30) para anunciar detalhes do concurso na Educação (Foto: Divulgação) Governador em exercício, Luciano Barbosa, durante coletiva nesta segunda-feira (30) para anunciar detalhes do concurso na Educação (Foto: Divulgação)

O governador em exercício, Luciano Barbosa, anunciou, nesta segunda-feira (30), que ​concurso da Educação terá​ 850 vagas para a composição do corpo docente em escolas da rede pública estadual. Os aprovados serão distribuídos entre as 13 Gerências Regionais de Ensino (Geres), que atendem a todo o estado de Alagoas.

De acordo com a superintendência de Valorização de Pessoas da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), as vagas são para as disciplinas de Língua Portuguesa, Arte, Educação Física, Ciências, Matemática, História, Geografia, Inglês, Biologia, Química, Física, Filosofia e Sociologia.

Luciano Barbosa informou sobre a oferta de vagas. “Os candidatos vão concorrer a vaga ​para carga horária de 30 horas-aulas semanais. Estamos atualmente com 850 vagas”, disse.

“Foi feito todo um processo de identificação da quantidade de vagas e quais seriam as disciplinas que necessitam destas vagas. O processo já passou pelas mãos da Procuradoria [Geral do Estado] e agora está na Seplag [Secretaria do Planejamento, Gestão e Patrimônio]”, complementou.

Edital

O governador em exercício explicou ainda que uma comissão será formada por membros do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), pela Seplag, pela Seduc e pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), para dar transparência ao processo. A previsão é de que o edital seja publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) até o dia 30 de novembro.

“Estamos fazendo um concurso de 30 horas para os profissionais, de acordo com a nova LDB [Lei de Diretrizes e Bases da Educação] e avanços da categoria na Educação, estabelecendo que o professor deve dedicar 30% do seu tempo para o planejamento e atividades fora de sala de aula. Dessas 30 horas, 10 serão dedicadas ao planejamento e as outras 20 horas para estar em sala de aula”, afirmou Barbosa.

No interior

​O gestor informou ainda que as provas serão realizadas no interior também. “É certo que as provas não serão realizadas somente em Maceió, pois os inscritos do interior precisam de uma cidade de apoio para fazer a prova. Nós queremos dar esta oportunidade para as pessoas que moram no interior. Nos últimos anos, houve um processo de interiorização de professores, inclusive na formação deles, além das universidades que dão oportunidade a muitos jovens que estão se formando e que possam prestar o concurso”, disse.

Além do governador em exercício, o secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), Fabrício Marques, participou da coletiva de imprensa no Salão de Despachos.

“Estamos preparando um processo seletivo que será, sobretudo, transparente. Este concurso, em especial, é fundamental para a melhoria contínua da Educação em Alagoas. Uma comissão foi formada para gerenciar todos os detalhes do certame e, até o fim de novembro, divulgaremos o edital com todos os detalhes”, explica o secretário Fabrício Marques Santos.

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
São Luiz Net

Curta no Facebook