SUPERLOTAÇÃO: POPULAÇÃO MUNDIAL CHEGARÁ A 9,8 BILHÕES DE PESSOAS ATÉ 2050

Publicada em 22/08/2017 às 16:00
Megacurioso
  
Ilustração Ilustração

Se você acha que o nosso mundo já está lotado demais com a atual população mundial — de pouco mais de 7,5 bilhões de pessoas —, imagine como serão as coisas em 2050, quando esse número pular para quase 10 bilhões! Pois é, caro leitor, um levantamento realizado pelo Population Reference Bureau, uma organização focada em coletar dados estatísticos para pesquisas e estudos acadêmicos, revelou que a população da Terra sofrerá um incremento de 31% em pouco mais de três décadas e isso é bem assustador.

Com relação às regiões do planeta que apresentarão as maiores taxas de crescimento populacional, de acordo com Brad Jones, do site Futurism, o levantamento apontou que a África mais do que dobrará até 2050, subindo do atual 1,2 bilhão para 2,6 bilhões de habitantes. Já na Ásia, o aumento foi estimado em 750 milhões de pessoas — elevando o número atual de 4,4 bilhões para cerca de 5,2 bilhões de habitantes —, enquanto que nas Américas o salto será de 1 bilhão para 1,2 bilhão de pessoas.

Superlotação

Segundo Brad, o levantamento também revelou que a população da Índia deve ultrapassar a da China — que é o país mais populoso atualmente —, quando sua população passar de 1,3 para 1,7 bilhão de pessoas até 2050. Aliás, esse será a nação que, sozinha, sofrerá o maior aumento populacional do mundo durante os próximos 33 anos. O estudo ainda apontou que a única região onde se espera um ligeiro declínio é a Europa (incluindo a Rússia), com uma queda dos atuais 745 milhões de habitantes para 736 milhões até 2050.

O problema com esse levantamento é que, se a projeção se concretizar, isso não significa simplesmente que algumas regiões da Terra se tornarão desconfortavelmente cheias demais de gente. Conforme explicamos em uma matéria anterior aqui do Mega Curioso, no dia 2 de agosto — isto é, há 20 dias — a humanidade já havia consumido os recursos naturais disponíveis para o ano todo. Imagine o que vai acontecer quando a população mundial pular de 7,5 para quase 10 bilhões de habitantes!

Atualmente estamos usando 1,7 mais recursos do que deveríamos por ano, portanto, não é a toa que existem cientistas que acreditam que a humanidade é, na verdade, uma praga ou, ainda, insistindo na ideia de que, se quisermos sobreviver como espécie, é bom encontrarmos outro planeta ou astro para viver. E os problemas não se limitam apenas em sustentar tantas vidas com uma quantidade limitada de componentes naturais aqui na Terra.

De acordo com Brad, a superpopulação é um problema ético, uma vez que, parcialmente, ela é resultado dos avanços tecnológicos, médicos e científicos que estão permitindo que as pessoas vivam cada vez mais. Existem diversas iniciativas e ideias para tentar ajudar o planeta a sobreviver com tanta gente, como limitar as emissões, trabalhar no desenvolvimento de cidades mais eficientes e criar fazendas verticais. Mas, dado o limite de tempo que temos (de pouco mais de 30 anos) até que a população mundial sofra um aumento de mais de 30%, é difícil imaginar um futuro muito brilhante.

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
Ciclo Peças
São Luiz Net

Curta no Facebook