A Pepsi se desculpou por propaganda acusada de banalizar protestos

Publicada em 05/04/2017 às 22:41 - Atualizada em 05/04/2017 22:55
O Sul
  
Comercial da Pepsi foi criticado por banalizar casos de protestos nos EUA. (Foto: Reprodução/YouTube) Comercial da Pepsi foi criticado por banalizar casos de protestos nos EUA. (Foto: Reprodução/YouTube)

A pepsi decidiu tirar do ar nesta quarta-feira (5) a propaganda com a modelo e socialite Kendall Jenner, após o comercial ser alvo de protestos de consumidores e ativistas. No filme, a modelo aparece num protesto oferecendo uma lata de Pepsi a um policial. A propaganda causou indignação entre usuários do Twitter, e advogados de direitos civis disseram que a publicidade banaliza casos recentes de protestos nas ruas pelos Estados Unidos após mortes de homens negros desarmados e adolescentes por parte de policiais.

Em comunicado, a Pepsi pediu desculpas e disse que não tinha intenção de minimizar qualquer assunto sério. “Obviamente erramos o alvo e pedimos desculpas”, disse a empresa, informando a retirada do vídeo e a interrupção da campanha. “Também pedimos desculpas por colocar Kendall Jenner nessa posição”, acrescentou.

Assista o vídeo:

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
São Luiz Net