Juiz convoca Flamengo, Vasco, Ferj e PM para audiência sobre semifinal

Guilherme Schilling, responsável pela liminar que determinou torcida única, vai se reunir com clubes após apelo para que reconsiderasse a decisão da semana passada

Publicada em 21/02/2017 às 21:31
GloboEsporte.com
  
Presidentes de Vasco, Fluminense, Ferj e Flamengo após reunião: postura é esperar o último momento por nova decisão de juiz sobre torcida única (Foto: Bruno Giufrida) Presidentes de Vasco, Fluminense, Ferj e Flamengo após reunião: postura é esperar o último momento por nova decisão de juiz sobre torcida única (Foto: Bruno Giufrida)

Uma reunião no início da tarde desta quarta-feira pode pôr fim à indefinição sobre o local do clássico entre Flamengo e Vasco, pela semifinal da Taça Guanabara, marcado para o próximo sábado. O juiz Guilherme Schilling, responsável pela liminar que determinou torcida única em jogos no Rio de Janeiro, convocou os quatro grandes clubes, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e a Polícia Militar para audiência às 13h (de Brasília), no Fórum Central do Rio. 

- Designo audiência especial para o dia 22/02/2017, às 13:00 horas, que será realizada na Av. Erasmo Braga, nº 115, Lamina II, 3º andar, sala 301, Centro, Rio de Janeiro. Intime-se com a máxima urgência, o Ministério Público, através da Promotoria com atribuição no feito, todos os réus, bem como o Chefe Estado MaiorGeral da PMERJ e Comandante do GEP. Intime-se, com a máxima urgência pelo OJA de Plantão - diz o despacho do juiz.

A reação de Schilling ocorreu poucas horas depois de um apelo de Flamengo, Fluminense, Vasco e Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), que pediram que o juiz reconsiderasse sua decisão e se comprometeram a garantir a segurança na realização dos jogos do Campeonato Carioca, em especial o clássico entre Fla e Vasco, no estádio Nilton Santos, todos com torcida mista. 

-  Todos estão cientes da dificuldade que estamos enfrentando com a decisão judicial. Um assunto que afeta a todos. Fizemos um reunião com os quatro grandes clubes, mais o Madureira. Convidamos também representantes das associações de torcidas organizadas dos quatro grandes clubes. Vieram representantes de torcidas de Fla e Botafogo. De uma forma unânime, todos discordam do posicionamento, embora sejam obrigados a cumprir, da torcida única. Entendendo que dentro do estádio a violência é insignificante, o problema todo é fora do estádio – disse Rubens Lopes, presidente da Ferj. 

O pedido dos clubes acontece após a Ferj não ter chegado a um consenso para levar o Clássico dos Milhões para outra praça. A federação chegou a marcar o jogo para Juiz de Fora, mas a prefeitura da cidade mineira vetou a partida por questões de segurança. 

Com pouco tempo hábil para buscar outro local, os clubes decidiram insistir na possibilidade de jogar no Engenhão – todos se mantêm contrários à decisão de limitar a partida apenas uma torcida. A postura é esperar até o último momento para que o juiz reconsidere a decisão. A data limite, de acordo com o Estatuto do Torcedor, é esta quarta-feira. 

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
São Luiz Net