CRB x CSA: maior clássico de Alagoas vira atração da Copa do Nordeste

No Rei Pelé, rivais se enfrentam na noite deste domingo pelo Grupo D do regional

Publicada em 05/02/2017 às 14:00
GloboEsporte.com
  
Didira e Mailson são destaques de CSA e CRB (Foto: Infoesporte) Didira e Mailson são destaques de CSA e CRB (Foto: Infoesporte)

Todos os jogos de CRB e CSA até agora no ano foram de preparação. Valiam três pontos, movimentaram a torcida, mas ninguém nos treinos, desde o início da pré-temporada, ficava alheio ao clássico deste domingo. A partida mais importante de Alagoas ganha status fora do estado, mexe com o Nordestão. Tem a importância de um grande evento e começa às 19h, no Estádio Rei Pelé.

A última semana explicou o tamanho do jogo. CRB e CSA tiraram mais o pé no Campeonato Alagoano. Pouparam jogadores e, mesmo assim, venceram. Lideram suas chaves e podem concentrar as forças no regional. Técnico do CSA, Oliveira Canindé lembrou que a primeira fase do Nordestão é traiçoeira. Duas derrotas ou três empates podem ser fatais.

Expectativa de público é de 14 mil pessoas no Rei Pelé (Foto: Adailson Calheiros/Secom)

De acordo com o regulamento, apenas o vencedor de cada chave e os três melhores segundos colocados avançam para as quartas. O CSA venceu o ABC na primeira rodada, por 3 a 0, e lidera o Grupo D, com três pontos. O CRB empatou sem gols com o Itabaiana e divide com o time sergipano o segundo lugar, com um ponto.

Neste domingo, o mando de campo é do CRB, que, por isso, terá 70% da torcida. O esquema de segurança conta com 451 policiais, e os portões serão abertos às 17h. A expectativa da PM é que o público seja de aproximadamente 14 mil pessoas. Quinta, os ingressos começaram a ser vendidos por R$ 20,00 (arquibancadas baixas), R$ 30,00 (arquibancadas altas) e R$ 100,00 (cadeiras). 

Apito
Um trio de arbitragem de Pernambuco comanda o clássico de Alagoas. Emerson Luiz Sobral apita, tendo como assistentes por Clóvis Amaral da Silva e Cléberson Nascimento Leite. O quarto árbitro será o alagoano Julio Cesar Farias.

Os técnicos não anunciaram os times para o clássico. Fecharam os treinos e não falaram muito sobre a formação. No CRB, a principal dúvida fica entre o volante Yuri, que aumentaria a pegada do meio-campo, e o meia Clebinho. Poupados na quarta, o zagueiro Gabriel e o atacante Neto Baiano devem voltar à equipe.

No CSA, Oliveira Canindé vai fazer mudanças no time base. Lesionado, o zagueiro Douglas tende a ser substituído por Thales. Suspenso, o lateral-esquerdo Rafinha abre espaço para Rayro. No ataque, Luis Soares pode ganhar a vaga de Alex Henrique. Ele cumpriu suspensão no estadual e está liberado para jogar no Nordestão.

CRB - Juliano; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Gabriel e Diego; Adriano, Jocinei, Yuri (Clebinho) e Sérgio Mota; Maílson e Neto Baiano. Técnico: Léo Condé.

CSA - Jeferson; Denílson, Leandro Souza, Thales e Rayro; Panda, Everton Heleno, Didira e Cleyton; Daniel Cruz e Luís Soares (Alex Henrique). Técnico: Oliveira Canindé.

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
Ciclo Peças
JBuarque

Curta no Facebook