Dos Anjos: "Tenho várias formas para bater Alvarez, mas acho que finalizarei"

Brasileiro minimiza ausência do UFC 200 e diz que não faria mais dinheiro se lutasse no card: "Não estou na edição histórica, mas estou escrevendo meu nome na história"

Publicada em 19/04/2016 às 12:42
COMBATE
  
Rafael dos Anjos e Eddie Alvarez farão a luta principal no dia 7 de julho (Foto: Editoria de Arte) Rafael dos Anjos e Eddie Alvarez farão a luta principal no dia 7 de julho (Foto: Editoria de Arte)

O discurso parece ser mais confiante a cada luta que passa. Escalado para defender seu cinturão do peso-leve (até 70kg) pela segunda vez, no dia 7 de julho, em Las Vegas (EUA), no "UFC: Dos Anjos x Alvarez", quando enfrentará Eddie Alvarez, Rafael dos Anjos quer matar a saudade de usar a sua origem, o jiu-jítsu, para vencer. A última vez que isso aconteceu foi em 2012, quando finalizou Kamal Shalorus, e o brasileiro disse acreditar que esse tabu será quebrado contra o ex-campeão do Bellator. Acostumado a ser azarão em grande parte de suas lutas, o campeão ainda admitiu que esta talvez seja a que vá entrar com maior favoritismo.

- Não vejo essa luta durando os cinco rounds. Vou na pressão. Gostaria de finalizar, faz muito tempo que não finalizo uma luta no UFC, então gostaria muito de voltar às raízes e finalizar. Acredito que pode ser desta forma. Acho que tenho várias formas de ganhar essa luta, mas creio que finalizarei. Acho que ele vai tentar me abafar na grade, tentar derrubar, jogar por cima, mas vou chegar preparado para tudo, porque ele também é versátil e tenho que ficar malandro. Mas acredito que ele tentará derrubar e ganhar nos pontos. Ele tem a direita pesada, gosta de andar para a frente, faz lutas boas e movimentadas. De repente pode ser (que seja a luta que tenho maior favoritismo). Estou confiante. O Alvarez é duro, era campeão de outra organização, perdeu para o Cerrone, ganhou do Melendez e Pettis, dois grandes nomes, então vou chegar lá e fazer meu trabalho firme como sempre. - afirmou, em entrevista.

Dos Anjos ainda comentou sobre o fato de lutar dois dias antes do UFC 200. Apesar de ressaltar que gostaria de atuar no card que considera histórico, o brasileiro garantiu que isso não muda a quantidade de dinheiro que irá ganhar, pois seu contrato não prevê participação na venda de pay per view - que só acontece nos eventos numerados do Ultimate - nos Estados Unidos.

- Para mim não vai mudar nada. No meu contrato não tem (participação em) pay per view. Queria lutar no UFC 200, que vai ser uma edição histórica, mas, acima disso, queria lutar. Até o Anderson Silva lutou no Fight Pass (aplicativo do UFC que transmite alguns eventos nos Estados Unidos e exibirá o "UFC: Dos Anjos x Alvarez"), e eu não vou ganhar mais, nem menos, porque estou lutando no UFC 200. Vou ganhar a mesma coisa. Não muda nada. Seria legal estar na edição histórica, não estou na edição histórica, mas estou escrevendo meu nome na história - decretou.

A escolha de Eddie Alvarez não surpreendeu Rafael. O americano era quem ele esperava como próximo adversário desde que o UFC marcou a revanche de Conor McGregor contra Nate Diaz para ser a luta principal do UFC 200. O brasileiro disse que a escolhe lhe agradou, já que, no momento da entrevista, Alvarez era o número 1 do peso-leve. Nesta segunda-feira, Khabib Nurmagomedov, que venceu Darrell Horcher no último sábado, assumiu o posto.

- Já estava mais ou menos esperando por isso depois que casaram o Conor McGregor com o Nate Diaz. Ele é o único cara, número 1, então é isso aí. Mais uma luta e já estava pronto para lutar com o McGregor (em março) quando me machuquei. Quero lutar. Na verdade, estava atirando para todos os lados, querendo até a categoria de cima. Só queria lutar porque nunca fiquei na situação de treinar e não lutar, então recebi bem a notícia de que iria enfrentar o Alvarez - finalizou.

UFC: Dos Anjos x Alvarez
7 de julho, em Las Vegas (EUA)
CARD DO EVENTO (até agora):
Peso-leve: Rafael dos Anjos x Eddie Alvarez

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.
Ciclo Peças
JBuarque

Curta no Facebook